Tripulantes de três navios de cruzeiros no litoral de SP são liberados para voltar para casa

O MSC Seaview, maior navio da temporada brasileira em fevereiro, no Porto de Santos — Foto: Arquivo/Marco Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

O MSC Seaview, maior navio da temporada brasileira em fevereiro, no Porto de Santos — Foto: Arquivo/Marco Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Tripulantes de três navios de cruzeiros que estão em Santos, no litoral de São Paulo, foram desembarcados neste domingo (26). A companhia está realizando o processo de repatriação dos tripulantes para que possam voltar para os seus países de origem por conta da pandemia do novo coronavírus. Os três navios da MSC já estão há cerca de um mês em Santos, quando a temporada brasileira foi interrompida, e não registraram nenhum caso suspeito de Covid-19.

A MSC Cruzeiros disse que está dando prosseguimento ao processo de repatriação dos tripulantes. Neste domingo (26), foram desembarcados 38 tripulantes, sendo 27 do MSC Seaview, cinco do MSC Musica e seis do MSC Poesia.

Segundo a companhia, nenhum dos navios têm passageiros à bordo, já que todos desembarcaram em março. Os passageiros do MSC Música foram desembarcados no dia 17, do MSC Poesia no dia 18 e do MSC Seaview no dia 19.

Com relação aos tripulantes, eles foram colocados em ônibus e levados diretamente para o aeroporto para pegar voos comercias com destino às suas casas. A repatriação de forma imediata por via aérea é uma das possibilidades atualmente previstas para o desembarque de estrangeiros no país de acordo com a Portaria 47/2020 da Casa Civil.

A MSC disse que trabalha em conjunto com as autoridades e o processo de repatriação segue rigorosamente todos os protocolos definidos pelo Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Saúde, Ministério do Turismo, Anvisa e autoridades portuárias.

A MSC disse que está, desde o dia 24 de janeiro, tomando medidas adicionais dentro dos navios incluindo triagem frequente por câmeras térmicas antes e durante o cruzeiro, elevada higienização profunda e aumento da desinfecção contínua de áreas públicas, política mais restrita para negar acesso a qualquer pessoa que possa estar em risco e muitas outras medidas para evitar casos de Covid-19. Não há casos suspeitos de Covid-19 entre os tripulantes.

O MSC Seaview está atualmente com 616 tripulantes, o MSC Poesia com 138 tripulantes e o MSC Musica com 295 tripulantes.

Navio Costa Fascinosa em quarentena no Porto de Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Solange Freitas/G1

Navio Costa Fascinosa em quarentena no Porto de Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Solange Freitas/G1

Costa Fascinosa

De acordo com a Anvisa, o navio Costa Fascinosa segue sem alterações desde o último caso de Covid-19 que foi identificado a bordo no dia 12 de abril. Ele continua atracado no Porto de Santos. A quarentena do Costa Fascinosa termina neste domingo (26) e o navio está liberado para deixar o Porto de Santos. A embarcação tem ainda à bordo 451 tripulantes.

Nesta segunda-feira, segundo a Anvisa, o navio vai iniciar o desembarque de alguns tripulantes para repatriação. Os desembarques devem ser realizados após avaliação médica do tripulante e os desembarcados devem seguir diretamente para o aeroporto. A repatriação deve ser autorizada pelo Ministério das Relações Exteriores. Após os desembarques, que deverão ocorrer durante toda a semana, o navio deve iniciar os trâmites para ir embora.

A Costa Cruzeiros disse ao G1 que não houve desembarque de tripulantes neste domingo e que ainda não há uma previsão de quando o navio deixará o Porto de Santos. A companhia informou ao G1 que todos os passageiros do navio foram desembarcados no dia 17 de março, data em que a Costa encerrou a temporada devido à pandemia.

NM Saldanha

Um novo teste de contraprova será feito no tripulante do navio de cargas NM Saldanha, que testou positivo para Covid-19 no dia 17 de abril, segundo a Anvisa. A agência reguladora não informou ao G1 quantos tripulantes estão na embarcação.

O navio encontra-se em fundeio e, por isso, o tripulante irá até o cais de lancha para a coleta de amostras. Serão realizados um teste rápido e uma coleta para o teste do tipo PCR, que é feito em laboratório e é mais confiável. O tripulante encontra-se em bom estado de saúde e após a coleta irá retornar ao navio.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/porto-mar/noticia/2020/04/26/tripulantes-de-tres-navios-de-cruzeiros-no-litoral-de-sp-sao-liberados-para-voltar-para-casa.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicite agora
Faça sua cotação, clique aqui!
Olá, meu nome é Alexandre, vamos fazer a cotação da sua próxima viagem de cruzeiro? Quero ajudar você a obter as melhores ofertas disponíveis!